sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Agradecer ou pedir? Caderno da Gratidão!!!


Imagem DAQUI

 Quando eu era adolescente, lembro-me que ouvia muito as pessoas falarem sobre agradecer ao invés de pedir.  Você também já deve ter ouvido alguém falar isso.

Não entendia como era possível receber algo sem pedir, (como se Deus não fosse onipotente, onipresente e onisciente), como que ELE iria saber do que preciso, se não pedi?

 Mas na época eu não compreendia isso, acreditava que tinha que pedir incessantemente, como uma criança no supermercado que faz aquele gritedo para que os pais comprem algum doce ou brinquedo. 

Mas não é assim que funciona.

Somente o ano passado que eu entendi o que significa o "agradecer ao invés de pedir". Demorou bastante, mas agora eu compreendo e tenho vivido experiências incríveis. 

O ano de 2016, foi um ano muito bom  para nós, crescemos muito, aprendemos mais ainda, vivenciamos dias especiais, vencemos limites, cumprimos prazos, sorrimos, dançamos, aproveitamos e adentramos um novo universo, tudo isso em completa sintonia.  Somos muito abençoados pelo Criador.

 Foi aí que eu entendi que nós não precisamos pedir absolutamente nada, pois somos abençoados e amados pelo Criador, tudo o que nós precisamos vem até nós, pois como o grande Mestre disse uma vez: 

“Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. 
Não tendes vós muito mais valor do que elas?


Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; e eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.

Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé?”



Uau, agora "caiu a ficha" entendi tudo, parece que uma névoa saiu dos meus olhos, você consegue ver o mesmo? Se as flores do campo não trabalham, não se estressam e vivem em sua esplendorosa beleza e muito bem cuidadas pelo Criador, mesmo que no outro dia sua vida seja ceifada, desaparecendo, o que sobra para nós que somos filhos amados do Pai?

Conseguiu seguir o raciocínio?
Se não consegue entender ainda, não se preocupe, tudo tem seu tempo, mas continue estudando sobre o assunto, assim você vai atrair a compreensão até você.

Imagem DAQUI

Você já ouviu falar em Caderno da Gratidão?

Eu já conhecia, mas estava esperando chegar o ano novo para fazer um bem bonito, desde o início, você pode fazer em qualquer momento, não precisa ficar esperando, só terá benefícios.

É um caderno, agenda, bloco de anotações, onde você vai agradecer todos os dias, de preferência pela manhã, antes de iniciar suas tarefas diárias,  por tudo o que você quiser agradecer.

Não venha com essa história de que você não tem nada para agradecer, só pelo fato de estar vivo já é algo que você deveria agradecer.

Dica nº 1:
Comece agradecendo por ter tudo o que você necessita todos os dias, pois você tem, não falta nada pra você.

Depois vá agradecendo pela vida, pelo ar, pela família, pela casa, comida, trabalho, amigos. Com certeza você vai ter motivos de sobra para agradecer.

Quando quiser algo em especial, que antigamente você pediria, agradeça como se já tivesse, como por exemplo, eu precisava passar em uma prova, então ao invés de pedir para passar na prova, eu agradeci pela aprovação na prova. E o resultado? Fui aprovada! (claro que eu estudei também, né, mas ao invés de estudar e pedir, eu estudei e agradeci.) Dá pra entender né.

Eu conheci esse tema através desse vídeo lindo da Melodia Moreno.


Também gosto muito da Márcia Luz, ela é muito querida, fala de um jeito simples e fácil de entender.



Rodrigo Vitorino fala sobre a Gratidão neste vídeo.


Eu escolhi uma agenda que ganhei de uma amiga bem especial e querida, para fazer o meu caderno da gratidão. Eu escrevo todos os dias, não tenho quantidade máxima de itens agradecidos, só cuido para escrever no mínimo 10 e o máximo que couber na página.


Tirei algumas fotinhos do meu Caderno Lindo Da Gratidão:











Com certeza você vai sentir uma sintonia muito maravilhosa com o universo.

Faça o seu e me conta.

Gratidão por ler esse post!
Muita saúde e paz para você e sua família.

Abraço.









quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ano Novo Vida Nova

Olá queridos, como estão?

Quero desejar um ótimo ano de 2017 para cada um de vocês.
Muita saúde, consciência e amor no coração.

Compartilho uma canção muito verdadeira que fala sobre o ano novo, se chama Tudo Igual de Paulo César Baruk.


Ano novo, vida nova
Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual
Novas estações, outras emoções
Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual

Se a gente não viver numa boa
Se ficarmos estressados à toa
Se não nos importamos com as pessoas
Tudo vai ser igual

Se brigar por causa de futebol
E falar palavrão no farol
Se não virmos a beleza do sol
Tudo vai ser igual

Se o amor de Deus não for a diferença
Tudo vai ser igual

Ano novo, vida nova
Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual
Novas estações, outras emoções
Mas se a gente não for diferente, tudo vai ser igual

Sem valorizar aquele amigo
Se olhar só para o próprio umbigo
Se não se importar com alguém ferido
Tudo vai ser igual

Se a gente não quiser perdoar
Se a mágoa persistir no olhar
Se você não conseguir se casar
Desculpa ai, era só pra rimar
Tudo vai ser igual

Muito amor de Deus ai na tua casa
Vai ser muito legal
Muito amor de Deus
E o teu ano novo vai ser sem igual

Pois sem o amor de Deus
Tudo vai ser igual

Igual



Linda né.
Já tenho reparado há um bom tempo que se eu não fizer nada diferente, tudo vai ser igual.

Então, o meu desejo para este novo ano, que vai ser 10, é que você seja diferente, faça a diferença, só assim terá um ano diferente do que o ano que passou.

Abração bem empolgado com esse novo ano lindo.


quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

SE UM ABACATEIRO FALASSE...




Relato de um abacateiro



Eu vivo no pomar de uma escola, mesmo estando com meus companheiros, a laranjeira cheirosa, o robusto caqui, a goiabeira florida, as bergamoteiras carregadas, as pereiras, limoeiros, o pé de nozes e outras árvores frutíferas, me sentia solitário.
Certo dia apareceu no pomar uma moça, ela andava diferente, observava tudo e de longe quando me avistou correu ao meu encontro, conversou comigo, me fez carinho e por ali ficou. Admirou meus galhos, tronco e frutos nesta época ainda verdes e pequenininhos. Disse para eles crescerem com lindeza para ela poder colher. Me prometeu que voltava.
Toda semana ela me visitava, na segunda, na quarta e na sexta. Ela sentava na sombra e tirava os calçados, respirava fundo e agradecia por estar ali, por mim, pelas outras frutíferas que ali estavam e ficava me admirando. Depois ela partia.






 

Eu sentia que ela me mandava beijos quando estava longe, na cidade onde morava. Também falava muito sobre mim e de longe me amava. Eu ficava contente quando ela vinha me ver, podia chover ou estar frio, ainda assim era fiel na sua visita, por anos estive no mesmo lugar e ninguém me viu como ela me via. Tinha dias que ela não podia me visitar, mas eu sentia seu amor lá da sala onde ela estava.
Teve um dia que ela trouxe consigo um rapaz, os dois juntos sentiam tanto amor por mim, que eu senti como se estivesse sido abraçado num abraço bem apertado, tão apertado que meus frutos escaparam dos meus galhos e choveu abacates, eles ficaram tão felizes e agradecidos, recolheram com alegria e gratidão os meus lindos abacates e disseram que usariam para o bem e dividiriam com quem mais quisesse.



Foi um ano cheio de amor, eu nunca vou esquecê-la, já estou preparando meus frutos com o dobro do amor para que no próximo ano ela possa me visitar novamente e se sentir agraciada com meus frutos.
Ela me disse que os meus frutos são os melhores que ela já provou em toda sua vida e disse também que eu sou lindo e que ela amou nossa amizade este ano. Ela trouxe uma carta para mim, leu com calma, disse mais palavras de afeto, agradeceu novamente e partiu. Ela não sabe se vai voltar a trabalhar aqui, mas eu sei que ela virá me visitar. Eu estou torcendo para que o ano que vem ela volte, assim continuarei a ser amado e meus frutos farão bem pra alguém.



 




Sei que de onde ela estiver eu sentirei seu amor. Gratidão amiga humana, por me cuidar, me amar, me dar atenção e apreciar meus frutos, eu jamais vou esquecê-la.

Um abraço carinhoso de seu amigo generoso Abacateiro.


*Fiquei emocionada com esse relato do meu amigo abacateiro, não esperava tanto amor, se bem que experimentei o melhor dele em cada dia que apreciava seus frutos. Escreva você também uma carta para sua árvore frutífera preferida, ela irá te responder e te encher de frutinhas. 

Um abraço carinhoso e um beijo sabor abacate.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Minha história com um Abacateiro Generoso



O ano do abacate

Este ano eu conheci um abacateiro, muito generoso. Lindo, grande e vigoroso, se destaca no pomar, por ter sua copa larga, como se estivesse de braços abertos, prontos para abraçar.
Eu o amei assim que o vi. Lembro que corri entre as laranjeiras até chegar no rei, o esplendoroso abacateiro.
Desde o início percebi que seríamos bons amigos. Toda segunda, quarta e sexta eu ia visitá-lo, dava carinho para ele, conversava e agradecia pela sombra fresca e pelos frutos ainda pequeninos que viriam a crescer carnudos e suculentos.
Desde que o conheci, falava sobre ele, uma noite em especial, antes de dormir falei sobre esse generoso abacateiro com o meu esposo, e enviei beijos de amor com o desejo de ter um abacate para mim. No outro dia quando cheguei no pomar, ele agraciou-me com três grandes frutos deliciosos. Havia pedido somente um, ganhei três! Quanta alegria.
Assim foram muitos outros dias do ano, eu desejava e recebia frutos lindos, recebia com muita gratidão, amizade e alegria. Nunca havia provado abacates tão saborosos como estes, são realmente muito especiais.
Certa tarde ao chegar no pomar acompanhada de meu esposo, formos presenteados com uma “chuva” de abacates, sei que era amor em forma de fruta. O bom amigo abacateiro ofereceu seus frutos e nos disse para levar, recolhemos com muita gratidão e espalhamos esse amor verde para os familiares, amigos e vizinhos, tamanha era a quantidade.
Se tivesse que dar um nome a este ano, eu o chamaria do ano do abacate. Nunca havíamos saboreado tanto e por tanto tempo essa fruta maravilhosa que é nossa predileta. Foi realmente mágico tudo o que eu vivi com esse lindo abacateiro.
Escrevi uma carta para ele e me despedi com profunda gratidão pelo bom ano que passamos juntos. Vi que já está com seus pequeninos frutos brilhantes se preparando para o próximo ano.


Sei que jamais vou esquecê-lo e estou torcendo para reencontrá-lo novamente e continuar a alimentar essa linda amizade com o abacateiro generoso.



  





Ame as árvores que oferecem frutos para você, passe tempo com elas, respire fundo na presença delas, relaxe, abrace, agradeça e seja feliz.

Um abraço com gratidão.